Utilizador não identificado. (Entrar)
 
 
Fotografia de Agrupamento de Escolas de Mortágua
SAÍDA PEDAGÓGICA – 11º ANO, TURMA B
por Agrupamento de Escolas de Mortágua - Quarta, 27 Fevereiro 2019, 21:30
 

No dia 7 de fevereiro (2019) fomos surpreendidos com uma saída da escola. Deixámos o espaço “sala de aula” e iniciámos uma caminhada que nos levou ao Centro de Interpretação “Mortágua na Batalha do Bussaco”. Fomos acompanhados pela professora de História A e muito bem recebidos pela diretora da Biblioteca Municipal, juntando-se também a nós, a professora de Geografia A. Criou-se uma dinâmica muito interessante na articulação entre estas disciplinas, complementando as explicações dadas no local através da observação, do diálogo e do visionamento de um pequeno filme.

Quanto aoCentro de Interpretação “Mortágua na Batalha do Bussaco” este localiza-se no centro de Mortágua, relativamente próximo da Administração do Concelho, a Câmara Municipal. Este Centro representa um espaço de preservação da memória e de homenagem à bravura e resistência de homens e mulheres, que enfrentaram os poderosos exércitos napoleónicos.

De facto, é um local que pretende revelar a história, ou parte dela, e que teve lugar no século XIX, mais especificamente, durante o ano de 1810, aquando da 3ª Invasão Francesa, cuja liderança foi assumida pelo General Massena, responsável por saques, pilhagens e incêndios, incutidos, igualmente, aos seus soldados. Além da destruição que provocaram à população que habitava a área do atual concelho de Mortágua, acabaram por pernoitar na zona, cerca de 60.000 homens, enquanto se definiam as estratégias para a célebre Batalha do Buçaco, da qual sairíam vitoriosas as tropas anglo-lusas.

Achámos curioso o termo, “Bussaco”,  presente na identificação do Centro  museológico em questão. Tratando-se de um espaço também turístico, e consequentemente um objeto de atração por parte de estrangeiros, foi-nos explicado que estes não usam ou conhecem a letra “ç”, e por esse motivo não têm a capacidade de lerem a palavra corretamente se lhe for apresentada como “Buçaco”. Assim, apesar de estarmos habituados ao termo Buçaco, entendemos que “Bussaco” seja mais lato, permitindo abarcar um público-alvo mais alargado, nomeadamente, estrangeiros, quaisquer que sejam as respetivas nacionalidades.

Ficámos honrados pelo espaço e pela preservação da memória do nosso Concelho, mas ficámos também agradecidos pela forma descontraída e simpática como fomos recebidos.

Os alunos do 11ºB